Sexo no primeiro encontro prejudica relacionamentos longos, diz pesquisa



Estados Unidos -  Segundo estudo da Universidade de Cornell, nos EUA, casais que fazem sexo no primeiro encontro têm menos chances de ter relacionamentos duradouros e felizes. A pesquisa, feita com 600 casais, mostra que evitar o sexo por alguns meses é a melhor forma de manter um novo relacionamento.

O estudo verificou que os casais que constroem uma intimidade antes de irem para a cama atingem grau de cumplicidade maior, além de serem mais carinhosos e se entenderem bem, no dia a dia.
Um terço dos casais que participaram da pesquisa fizeram sexo no primeiro mês de relacionamento, os outros 28% esperaram mais de seis meses para o ato. Todas as mulheres que participaram tinham menos de 45 anos. Foi proposto à elas que avaliassem o compromisso, a intimidade, a satisfação sexual, comunicação e conflito.
Mulheres que esperaram mais tempo para fazer sexo relataram níveis mais elevados de satisfação com o relacionamento. Já no grupo masculino, a tendência foi constante, mas com um pequeno desequilíbrio.
Para os pesquisadores, a diferença dos resultados para homens e mulheres se deve ao fato que elas possuem uma maior sensibilidade quanto aos relacionamentos. Os pesquisadores afirmam que a satisfação sexual precoce pode interferir negativamente no desenvolvimento de outros fatores como comprometimento, carinho e compreensão. "O namoro é um período para exploração e tomada de decisão sobre o relacionamento. Nesta fase, os parceiros avaliam a compatibilidade, assumem compromissos e buscam a intimidade física e emocional", diz o trabalho.
Fonte: O Dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário