Sidewalk Runner! Um game ótimo para passatempo!



“A corrida é o esporte mais democrático que existe, basta calçar os tênis e sair correndo.” Quem nunca ouviu essa frase? Mas será que é assim mesmo, tão simples?
Correr pelas calçadas é ótimo, pois contamos com variação de altimetria, percurso com novas paisagens, distração com pessoas e imagens, além do maravilhoso sentimento de correr sem limites e explorar novos locais. Certamente, um treino bem motivador, sem contar que, basta abrir o portão de casa e ir para as calçadas (dispensando pegar o carro para ir até um parque ou academia). Entretanto, ao escolher esse lugar para pratica do esporte, você esta fadado a enfrentar uma série de riscos.


Em Sidewalk Runner você precisará ajudar um corredor de rua a desviar de todos os obstáculos para que ele chegue o mais longe possível. São inúmeros os perigos encontrados pela frente, cada um deles com características diferentes: existem obstáculos imóveis, como sacos de lixo e carros, até objetos que possuem uma movimentação bastante aleatória, incluindo outros corredores e bolas saltitantes. Colidir com esses objetos acaba deixando o personagem sem fôlego para correr.
Para controlar o personagem basta tocar na lateral da tela, fazendo-o correr de um lado para o outro do cenário. Isso exige muito reflexo e coordenação motora por parte do jogador. Então, até onde você consegue chegar sem perder o fôlego?

Baixe o jogo no Google Play: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.funbitesgames.SidewalkRunner&hl=en

Namoro Virtual: Tem chance de dar certo?


Aposto que você se assustou com o título do post, já que todos os meus posts começam com: Porque as Namoradas... Enfim, o assunto foi sugerido por uma leitora e 'curtidora' (oi?) da página Bia Griladinha!

Ah o namoro virtual! Seria lindo se não fosse trágico... É lindo porque duas pessoas se amam sem ao menos terem se tocado, deixam de sair todos os finais de semana para ficar teclando, mandam recadinhos com glitter no Facebook e sonham acordados imaginando como seria o primeiro encontro...

Existem diversos fatores que podem fazer essa aventura não dar certo. Dentre os principais estão:

Mentir a foto: Boa parte das pessoas que fazem perfis em redes sociais usam fotos fakes, isso é fato. Uma boa alternativa para testar se ele é ou não o fulano da foto, peça para ele ligar a webcam. Se ele inventar alguma desculpa, ou falar que não tem, pula fora amiga, porque hoje em dia você acha webcam até de 20 reais.

Tudo fake: Normalmente pessoas que fazem fake, não seguem um padrão na escolha dos amigos de redes sociais. Ou ele sai adicionando todas as pessoas da sua cidade (o que eu acho improvável), ou sai adicionando aleatoriamente. Outra coisa que você pode tentar, é olhar fotos com amigos, é tiro e queda! Se ele não tem fotos com amigos, pode ser uma grande furada (na verdade, é) e caso tenha, tente achar todos aqueles amigos das fotos no perfil dele.

Arranjar um namorado ou namorada virtual é um grande risco, levando em consideração a sociedade em que vivemos atualmente. Mas há casos que dão certo, mas é claro que é sempre bom ter cuidado, até mesmo com os namorados "de carne e osso".
A pior parte do virtual é que quando as pessoas se encontram, na maioria das vezes, não tem tanto assunto quanto online, e zero de afinidade. Eu, por exemplo, sou muito mais legal online.

Dicas de segurança na internet:

- Nunca, em hipótese alguma passe o endereço da sua casa.
- Não coloque informações importantes no seu perfil como por exemplo: endereço e telefone.
- Não tire fotos que apareçam a fachada da sua casa ou a placa do seu carro.
- Não faça check-in em todos os locais que frequenta. (exemplo de aplicativo: Foursquare)
- Cuidado ao adicionar seus contatos, tente adicionar pessoas que você conheça.

Se você já está namorando virtualmente com alguém aqui vão as dicas:

- No primeiro encontro, se encontrem em um local publico e de preferência não vá sozinho.
- Caso morem muito longe um do outro, não viajem desacompanhados e façam reserva em um hotel. Porque caso algo dê errado... dos males, o menor.
- Esse relacionamento, mais do que o "real", exige confiança, muito mais confiança, então não venha com ciumes desmedidos. Relacionamento à distancia só dá certo quando há muita compreensão, paciência e sinceridade de ambas as partes. Tentem marcar encontros mais frequentes, marquem horários para conversar online, troquem SMS e liguem de vez em quando! É sempre bom manter contato, já que vocês não se veem com frequência.

Dicas, dúvidas e sugestões? Enviem para https://www.facebook.com/BiaGriladinha

Beijinhos :*

5 Erros Simples que Irritam as Namoradas


Tem coisas simples, que quando acontecem uma só vez não irritam tanto, mas com o tempo vão se acumulando e como já é uma rotina, as discussões ficam mais frequentes e você não sabe o por quê. Então aqui vai uma listinha de coisas que irritam as namoradas. ;)

1- Chegar atrasado
Acho que é um dos itens mais importantes, nenhuma mulher gosta de esperar e isso pode comprometer (e muito) a noite de vocês. Você chega na casa dela às 22:00 - quando ela marcou às 20:00 e está se arrumando desde as 19:00 - e ainda espera que ela te receba com um sorriso radiante e fique com uma cara ótima o tempo todo? NUNCA deixe uma mulher esperando.

1- Demorar para responder as mensagens
Não existe maldade maior, e se encaixa no item anterior do atraso (por isso os dois primeiros itens são pontuados com o numero 1). Demora para responder a mensagem demonstra falta de interesse. A mesma frase eu repito, com um novo sentido: NUNCA deixe uma mulher esperando se você tem algum interesse nela :)

2- Olhar para outras mulheres em nossa presença
Acho que definir um item mais importante é subjetivo porque esse item, em especial, é o que mais me irrita. A partir do momento que você olha para outra mulher na frente de sua namorada, ela fica imaginando que você perdeu o interesse por ela e automaticamente começa a fazer comparações. Se sua namorada é do tipo grilada com o corpo, principalmente, ela só tende a piorar. Man, eu sei que é difícil, mas tenta se controlar.

3- Falar das ex namoradas
Principalmente se nesse discurso fala-se bem da ex. Eu sinceramente não me importo com isso. Mas há quem reclame disso, e acredite, é bem frequente.

4- Não elogiar as pequenas mudanças
Eu sei que os homens são muuuito desligados, e não se importam caso a mulher não note diferenças nele. Mas para as mulheres isso muda tudo. Eu não ligo pra essas coisas, mas tenho uma sorte danada:  meu namorado passou em todos os testes.
Fiquem ligados porque mulheres adoram testar essa paixão toda, um dia ficam completamente sem maquiagem, jogam o cabelo para o outro lado, passam um batom diferente, usam um estilo diferente do que costumam vestir habitualmente. Nós gostamos de saber que somos notadas pelos homens de nossas vidas.

5- Mentirinhas inocentes
Se sua namorada detesta quando você vai jogar CS com seus amigos, e você inventa que foi tomar café da tarde na casa da sua avó (situação inusitada né? :X), e na verdade corre pra lan house, é bem provável que ela já saiba exatamente o que você foi fazer e vai fazer perguntinhas do tipo: o que você comeu? Como sua avó está? Tinha mais alguém lá? Dica ultra poderosa: conte a verdade sempre e não deixe ela te prender por coisa atoa, leve ela pro "ambiente proibido" pra que ela tenha certeza de quem o frequenta, e sempre que for avise com antecedência para não ter erro.


Envie suas duvidas sobre o universo feminino para https://www.facebook.com/BiaGriladinha


Porque as Namoradas Implicam com os Amigos dos Namorados?


Desde que me entendo por gente vejo diversas brigas decasais tendo como pivô a relação do namorado com os amigos, principalmenteamigos solteiros.
Porque as namoradas tem tanta birra com relação aos amigos?
Pra começar, a maioria das namoradas muda completamente suarotina para estar junto do namorado, inclusive os laços de amizade com aspessoas do seu convívio vão se enfraquecendo, uma vez que, grande parte delas deixa de ir ao cinema com as amigas porque já tinha marcado de jantar com o namô.
O namorado toma um lugar privilegiado na lista deprioridades das namoradas, e elas, esperam o mesmo reconhecimento do ser amado.
Quando o namorado desmarca aquele filminho para jogarfutebol com os amigos, a namorada automaticamente se sente abandonada, já que,ela não tem para quem ligar e ocupar seu tempo.
Outro fator que potencializa a birra das namoradas é quandoo amigo é solteiro e chama o namorado dela para programas de solteiro. Porqueconvenhamos, quando a pessoa começa a namorar, muita coisa muda, principalmenteos ambientes que frequenta,
Um grande medo que nós, as namoradas, normalmente temos é deo nosso namorado ver o quanto seria interessante a vida de solteiro e perder ointeresse em manter o relacionamento. Falando assim, você pode me achar meiosinistra, mas essa perda de interesse e sentimento de que “não estáaproveitando a vida o suficiente” é muito comum.
Os seres humanos em geral, são influenciados pelo meio emque vivem, e o normal do estereótipo de pessoa livre e feliz é aquela pessoaque frequenta a academia, sai todos os finais de semana, leva uma vida bembadalada, tem o álbum “Festas” do Facebook recheado de fotos com aquele 'sorrisão' estampado e um copinho de 'breja' na mão. Uma pessoa que não segue essepadrão se sente desprovida do dom de “viver La vida loca” e isso influencialogicamente em todos os âmbitos de sua vida, principalmente nosrelacionamentos.

Uma boa dica para o relacionamento não cair na rotina étentar conciliar os programinhas a dois com os programinhas com a galera. Aossábados saem juntos, aos domingos se ‘libertam’ para sair com os amigos, oujunta todo mundo e sai todo mundo.
Claro que existem os casais do tipo caseiro (o que é meucaso). No caso dos casais caseiros, tem muita coisa que pode ser feita em casa,como por exemplo: assistir a filmes, seriados, jogar vídeo game, cozinharjuntos. Claro que as opções são limitadas, mas muito agradáveis para quem tempreguiça de socializar.
Minha namorada implica com meus amigos.
No meu post anterior, sobre os 5 erros simples que irritam as namoradas, eu citei a questão dos "ambientes proibidos". As namoradas normalmente proíbem os namorados de frequentar alguns lugares, e manter amizades com algumas pessoas. Isso é mais normal do que se imagina. 
Fica a dica:
Apresente sua namorada aos seus amigos, leve ela uma vez ououtra onde vocês costumam frequentar para mostrar o que você faz e com quemfaz. Isso vai deixar ela mais tranquila e confiante, pode acreditar.

Mas Jéssica, você é muito chata! Você só posta coisas negativas sobre os relacionamentos! 
Juro queria postar coisas positivas, mas as coisas positivas todo mundo conhece. O interessante é mostrar a parte 'negativa' para que as pessoas avaliem suas atitudes e errem menos nos relacionamentos. Claro que eu não sou a rainha dos relacionamentos, ou a conselheira amorosa, mas tem coisas simples que nós fazemos e podem comprometer a relação.


Mande suas duvidas sobre o universo feminino para: https://www.facebook.com/BiaGriladinha

Será que eu estou pronta para um relacionamento aberto?


“Será que eu estou pronta para um relacionamento aberto?”
Se você já se fez essa pergunta é porquê, possivelmente, já teve que viver essa situação.
Antes de mais nada, cabe aqui uma definição rápida para o entendimento do que estamos realmente falando.
Há dois tipos de “relacionamentos abertos”: Um deles é quando vocês simplesmente estão ficando - ou seja, tendo um relacionamento que não é propriamente sério – e decidem em comum acordo que não deve haver problemas e nem cobranças quando alguém decidir ficar com outra pessoa. O outro é quando vocês realmente decidem ter um namoro que será um relacionamento aberto.
Muitas mulheres que decidiram ter um namoro que seria assim tiveram dificuldade por não considerar as coisas que tenho para dizer. E que coisas seriam essas?

Antes de começar vale lembrar que se você é do tipo que acha extremamente difícil ficar nessa situação por muito tempo vale a pena ver nossas dicas para conquistar um homem e também as dicas de relacionamento. Bem, vamos lá...

1. Determinar se isso será aberto ao público ou não
Esse é um dos pontos mais importantes que precisam ser discutidos quando um casal decide tomar essa decisão. As pessoas a sua volta saberão disso ou não? Se vocês decidirem que todas as pessoas devem saber, você precisa ter certeza de que terá condições de aguentar a pressão que você sofrerá, já que as pessoas irão certamente “cobrar” de você sobre como você consegue viver nessa situação.
E, caso vocês resolvam fazer tudo escondido, haverá um outro problema. Imagine que alguém próximo a você veja o seu namorado com outra mulher e vá lhe contar isso? Como vocês vão lidar com isso? E se essa pessoa resolver, no momento que viu a cena, questionar o seu namorado? Lembrando que toda essa situação também vale para você, caso seja você ficando com outro cara e alguém próximo a ele ver isso.
Portanto, ponderem essas coisas.

2. Regras
Outra coisa muito importante, e que até afeta indiretamente a questão apresentada acima, são as pequenas regras que precisam ser decididas.
Então vocês resolveram ter um relacionamento aberto e cada um pode ficar com quem quiser, onde quiser e quando quiser?
Cada uma dessas coisas terá consequências.
Ele poderá ficar com alguma amiga ou conhecida sua? Você poderá ficar com algum amigo ou conhecido dele? Vocês precisarão sempre aprovar a opção do outro para que não exista problema entre vocês?
Quem sabe vocês não preferem decidir, como regra, que só poderão ficar com pessoas que forem de outros municípios. Essa, inclusive, é uma opção que não é tão incomum assim em relacionamentos abertos, já que evita muitos problemas.
Conversem e decidam o que vocês acharem necessário. Claro que, uma vez ou outra pode ser que precise haver uma certa concessão da parte de alguém. No entanto, isso não pode, em hipótese alguma, ser algo exagerado.

3. Família
Eis um ponto muito delicado quando estamos decidindo por esse tipo de relação. Você pretende contar isso para a sua família?
Uma das grandes diferenças entre apenas ficar com uma pessoa (tendo um relacionamento aberto) e namorar uma pessoa nessas condições, é que o namoro envolve uma série de atividades e situações que dificilmente aconteceria se não fosse um namoro.
Em um namoro vocês dormem na casa um do outro, vocês frequentam almoços de domingo, festas de família e etc. Como fazer tudo isso tendo uma família que acha isso um absurdo?
Acredite, por mais que você tenha uma família que tenha uma cabeça muito aberta, esse é um ponto “difícil de engolir”, e o motivo para isso é bem simples.
Por mais que tanto você como ele possam ficar com outras pessoas, para os seus pais irá parecer que isso foi ideia do seu namorado cafajeste, que quer ficar com muitas mulheres por aí, sem ser taxado de galinha, e que você, que é a filhinha deles (um anjinho) não pretende ficar com mais ninguém.
Contar para os pais é algo que, sinceramente, é difícil de fazer e, em muitos casos, é melhor deixar os pais no escuro quanto a essa situação.

Visite o site Irresistivel.com.br e aprenda centenas de técnicas de relacionamento como essas e muito mais em detalhes!

Dicas de Namoro #4 - Amores (?) do Passado



Não é porque existe saudade que necessariamente existe sentimento maior que carinho pela história existente. Às vezes a saudade confunde memórias de momentos bons com a falta dos personagens - e nem sempre isso quer dizer presença de sentimentos que já passaram. Porque saudade é geralmente só de momento bom.

O coração registra muito bem as sensações que já tivemos um dia para que achemos que estamos sentindo de novo num futuro qualquer. A gente cai quase sempre, confunde mesmo nostalgia momentânea com resquícios de amor. Cada amor é novo, assim como cada saudade, mesmo que mentirosa.

E então choramos saudades que estavam enterradas, porque é muito fácil lembrar só do que foi bom. O tempo faz isso: apaga as raivas. Quanto antes aprendermos isso, mais sofrimento (mesmo que falso) é poupado. Porque a gente confunde gostar de sofrer com a sensação de já ter amado um dia.

--

Mandem suas perguntas e sugestões para o inbox de nossa Página no Facebook: http://facebook.com/porqueasnamoradas

Nina Lessa é jornalista, tem um site próprio, livro lançado, vlog e está em todas as redes sociais.
www.ninalessa.com
@tchutchu no Twitter
facebook.com/ninalessa
@tchutchunina no Instagram
youtube.com/tchutchunina

Dicas de Namoro #3 - DR ou Não DR?



Eis a questão, minha gente. Dizem que as mulheres adoram discutir uma relação, seja lá que relação for. Em defesa da minha classe, acho que o que as mulheres preferem é resolver o problema antes que ele vire uma bola de neve, onde a única solução é acabar com o namoro, porque já não tem como resolver.

Pois é: todo relacionamento tem problemas, mas eles começam pequenos. As briguinhas e  implicâncias pequenas que não são levadas a sério são os maiores erros que um casal pode cometer. Você sempre pensa que aquilo não vai dar em nada maior, e é justamente o conjunto dessas mini-dores-de-cabeça que vão ser o câncer maior.


Se conselho fosse bom o mundo estaria lotado de milionários (inclusive eu), principalmente quando nem sempre conseguimos fazer o que pregamos, por isso cada dia é "mais um dia" na longa jornada de vencer o cansaço mental que uma DR dá e resolver os pequenos problemas, um a um, antes deles virarem um caos.


É chato ter DR? É. Ninguém gosta de reclamar, de correr o risco (pra não dizer ter a certeza) de ouvir o que não quer, de relembrar dores e mágoas passadas (que DR não traz isso?). Mas é preciso, mesmo que poucas, mesmo que chatas e com mais raiva do que compreensão. Com o tempo, que haja mais entendimento - mas é só com o tempo.



--

Mandem suas perguntas e sugestões para o inbox de nossa Página no Facebook: http://facebook.com/porqueasnamoradas

Nina Lessa é jornalista, tem um site próprio, livro lançado, vlog e está em todas as redes sociais.
www.ninalessa.com
@tchutchu no Twitter
facebook.com/ninalessa
@tchutchunina no Instagram
youtube.com/tchutchunina

Dicas de Namoro #2 - Quando o amor morre



A gente não sabe dizer quando nem como isso acontece - um belo (?) dia acordamos e percebemos que não amamos mais a pessoa que namoramos. E agora?

Sem hipocrisia: aquele que termina uma relação porque deixou de amar nunca sofre como aquele que ainda sente amor. NUNCA. Ter pena, sensação de impotência diante da tristeza alheia, ok. Mas é só. O carinho que um dia todos vamos sentir, vem antes para aquele que deixou de amar primeiro - só isso.

Não pergunte motivos. Quem deixa de amar não vai saber responder, e muitas vezes, na raiva, acaba falando coisas que não são verdades; ou que são, mas nem todos os momentos pedem sinceridade nua e crua. O desespero faz a gente falar coisa que não precisa ser dita. Por isso, saia de perto e evite as perguntas.

Quando o amor morre, morre com a gente um fio de esperança no 'amor eterno'. O coração fica calejado e adaptado a todas essas fases - e no fundo, a gente agradece por ter deixado de amar primeiro. Só quem assistiu de perto o amor do outro morrrendo, sabe a dor de não poder fazer nada pra recuperar.

--

Mandem suas perguntas e sugestões para o inbox de nossa Página no Facebook: http://facebook.com/porqueasnamoradas

Nina Lessa é jornalista, tem um site próprio, livro lançado, vlog e está em todas as redes sociais.
www.ninalessa.com
@tchutchu no Twitter
facebook.com/ninalessa
@tchutchunina no Instagram
youtube.com/tchutchunina

Porque as Namoradas Traem?


Não estou aqui para dizer que as namoradas são infiéis, muito pelo contrário, estou aqui para explicar os motivos que levam uma mulher a ser infiel.
O grande mistério da humanidade é saber como funciona o cérebro de uma mulher, embora entre nós mulheres, o nosso maior mistério é decifrar a mente masculina. Mas voltando à mente feminina, poderia dizer pelo pouco que conheço a mente masculina, que as mulheres são um pouco mais complexas e essa complexidade é o que nos torna mais fieis que o homens, claro que isso não vale para todas as mulheres.

Quando uma mulher está em um relacionamento, ela pula de cabeça. Aliás, posso dizer que antes mesmo desse relacionamento começar, ela já começa a criar expectativas, isso explica o fato de se frustrar caso algo fuja aos seus planos.
Nós somos idealistas e sonhadoras por natureza, se a mulher não idealizou nada, nem sonhou, é porque nunca se apaixonou. É inevitável.

Quando entramos em um relacionamentos, nos entregamos sem medo. Na verdade temos medo, mas tentamos ignorá-lo. Isso pode parecer confuso, mas uma mulher de mente saudável sente medo dessa entrega, mas tenta superar esse medo, tenta arriscar e sabe que se algo der errado, ela terá de se reerguer.
Não suportamos a traição, se perdoamos uma traição é porque amamos demais, porque tentamos justificar essa traição para nós mesmas. Nós só traímos quando encontramos um bom motivo, mas o motivo tem que ser muuuito bom mesmo. Por exemplo: traição, mas uma traição muito cabeluda mesmo (ou não, depende do grau de ódio que ela causa) e falta de assistência (pra mim nunca foi motivo, mas há quem traia por isso); esses são os dois maiores motivos.

Quando nós mulheres, nos vemos diante de uma situação propícia para a traição, nós pensamos em tudo o que estaríamos perdendo caso traíssemos. Isso é fato. Passa um filme em nossa mente, e na maioria das vezes, nós não traímos. Mas suponhamos que nesse mesmo "filme", nós vejamos uma cena onde fomos traídas, o contexto muda.
Pode reparar que nós perdoamos mas não perdoamos (oi?). Nós sempre guardamos essa situação e quando discutimos a relação vamos jogar na sua cara o quanto fomos fieis e seu erro ao nos trair. Eu sou mulher e sei do que estou falando!
Outro fato que podemos ressaltar é que, a maioria das traições partindo das mulheres, elas traem com um amigo. As mulheres se relacionam com pessoas que elas tem uma certa confiança, é raro trair o namorado com alguém que não conhecem. Mulheres precisam de um envolvimento prévio para sentirem uma segurança enquanto os homens precisam somente sentir atração.

O homem precisa sentir que suas táticas do jogo da sedução ainda funcionam, não precisam necessariamente trair, só 'testar' com brincadeirinhas, flertes e etc. Já a mulher precisa sentir que ainda é desejada, porque cá entre nós, quando não há mais desejo no relacionamento, ele está fadado ao fracasso.

Com a falta de interesse do homem, e a baixa auto estima da mulher, cria-se uma situação muito propícia para a traição. Ai que entra a falta de assistência. Acho que não relacionada à relação sexual propriamente dita, mas relacionada ao sentimento de 'pertencimento' dessa mulher. Quando a mulher para de se sentir amada, desejada, ela sente que não pertence mais àquele relacionamento. Ela passa de objeto do desejo a um objeto como qualquer outro. Pode até haver sentimento, mas se ela está com a auto estima enfraquecida e aquele namorado não a elogia mais, não demonstra interesse... abre pra concorrência. Ai chega um amigo e a elogia, passa a mostrar seu valor, com toda certeza ela preferirá ficar com quem a valoriza.

Aposto que a maioria dos leitores desse post são homens, então aqui vai a dica:

Não deixe a essência do inicio do namoro acabar, os relacionamentos vão se desgastando, isso é fato. Na verdade o relacionamento se desgasta porque vocês passam a se conhecer melhor, tente usar isso a seu favor.
Ponha na sua cabeça que todo mundo tem defeitos, inclusive você, claro que alguns defeitos são mais graves que os outros, mas pense nas qualidades do seu par. As pessoas tem qualidades incríveis e são únicas, o que torna cada relacionamento ímpar.
Tudo é resolvido com diálogo, um término amigável é muito mais saudável que uma traição. Não acredite no ditado "o que os olhos não veem, o coração não sente" porque sente sim. A pessoa que trai, se entrega em suas ações.

Beijinhos :*
Mandem suas dúvidas sobre o universo feminino para:  http://facebook.com/BiaGriladinha