Porque as namoradas não fazem sexo no primeiro encontro?


Não é generalizando, mas normalmente sexo no primeiro encontro é um tabu. Outra coisa que podemos notar, é que as pessoas meio que estabelecem um período para que venha acontecer algo mais intimo. Mas a que se deve esse medo?

Desde os primórdios, as mulheres são rotuladas e julgadas por suas ações. Sempre seguiram um roteiro para guiar sua conduta, e quem “improvisasse” era tachada como promíscua, e um dos itens do roteiro é: casar virgem.  O que não podemos negar é que, embora tenhamos avançado muito, ainda vivemos em uma sociedade patriarcal e machista.
Não podemos ignorar o fato de que homem que pega várias é o garanhão, a mulher desencanada que faz o mesmo é tachada de piranha.
Hoje em dia é raro encontrar virgens, então para mostrar um pouco de valor (já que as virgens são cobiçadas), as mulheres optam por fazer mistério e mostrar o que tem de bom nelas, antes de chegar o ponto que interessa.

Transar ou não? Eis a questão. Acho que a maior duvida dos relacionamentos é essa.

Um amigo me disse que se assustou com toda iniciativa de uma amiga dele logo de primeira. Eles saíram  e rolou. A intenção dele era namorar com ela, já que eles já se conheciam e tal, mas nunca tinham ficado. Mas depois disso, ele nunca mais procurou a menina. Normalmente é isso o que acontece, mas também pode surgir na sua vida um cara que resolve namorar só pra conseguir o que quer. Há quem transe de primeira e consiga fisgar o bofe, mas ai é questão de sorte. Claro que isso é subjetivo, uma boa dica é saber se há uma compatibilidade de intenções.

Dica para os boys e as girls:

- Leia as entrelinhas. Se você recebeu sinais suficientes de que poderia rolar, porque não? Não crie expectativas, não espere nada em troca, criar expectativas só vai te machucar. 
- Você acha que tem condições de continuar saindo com a pessoa e evoluir para um relacionamento mais sério? Se joga! (caso essa seja sua real intenção)
- Tá com medo de estragar um relacionamento que poderia vir a existir? Siga o que o seu coração mandar, se achar que é válido, faça.

Na verdade parto do pressuposto que, se rolou química, se você está de consciência limpa, faça o que tiver vontade. Não faça algo para se arrepender.
Alem do mais, depende da sua intenção e é muito subjetivo. Você quer curtir sem pedir nada em troca ou quer algo mais sério? Diante dos instintos tem que haver um pouco de racionalidade.

 (mandem suas dúvidas para http://www.facebook.com/BiaGriladinha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário